Rosa do Deserto: saiba tudo sobre a planta

0 204

Ela é uma planta que aos primeiros olhos, encanta a todos. Não tem jeito. Sua cor viva é cativante e muito singular. Estamos falando da Rosa do Deserto. Assim como seu nome, a espécie é originária de regiões desérticas da África e penínsulas árabes e precisa de muito sol para se desenvolver. Portanto, se você tem uma planta dessas em casa invista em um local muito iluminado pra ela.

Lenda da Rosa do Deserto

A rosa do deserto pode também ser chamada de flor do deserto e é um verdadeiro símbolo do amor. Reza a lenda que um sheike árabe casado com 12 esposas perdeu toda sua fortuna material. Certo dia ele saiu rumo ao deserto sem levar comida e água. Voltou após 15 dias de viagem apenas com uma flor na mão, onde se encantou com seu aroma adocicado jamais vistos até então, era a rosa do deserto.

Resumindo, ele disse às 12 esposas que encontrara um presente para elas que tinha um valor inestimável e que dinheiro algum compraria. Por isso ela se tornou uma rosa símbolo do amor.

Características da Rosa do Deserto

Rosa do Deserto: saiba tudo sobre essa linda planta
(Foto: Divulgação)

Pouca gente sabe, mas a rosa do deserto pode chegar até quatro metros de altura e até 50 metros de largura. Mas não se preocupem se você tiver um espacinho reduzido em casa, há opções desta flor em miniaturas e até em forma de bonsai.

As flores tem formato de sino e suas cores são, como dissemos no primeiro parágrafo deste artigo, cativantes, pois são vivas e permeiam o branco, violeta, rosa e vermelho.

Crescem de forma mais abundante na estação mais florida do ano, a primavera. Elas também integram o time de suculentas e é por isso que seu caule suporta regiões muito quentes como o deserto, porque ele armazena água com maior resistência.

A rega da rosa do deserto deve ser feita a cada quatro dias e ela não é uma planta recomendada para regiões de baixa temperatura.

Como cultivar rosa do deserto

Rosa do Deserto: saiba tudo sobre essa linda planta
(Foto: FreePik)
  1. Luz: primeiramente, escolha um local que tenha muita luz para ela. Por ela ser uma suculenta, ou seja, ser semelhante ao cactos, o ambiente ideal para a rosa do deserto deve ser bem arejado e ensolarado. Lembre-se: o sol deve bater por, pelo menos, quatro horas diretamente onde ela estará. Ela é uma planta que necessita de muita luz para florescer.
  2. Vaso: para armazenar a flor do deserto é necessário escolher um vaso em que haja boa drenagem de água. Preencha o fundo com pedrinhas e uma tela para as raízes não saltarem dele. Acrescente areia e húmus de minhoca. Finalize com 2/3 de areia grossa com 1/3 de substrato e complemente o vaso até a borda.
  3. Plantio da Muda: feito o preparo do vaso, faça um pequeno buraco no centro e coloque a muda. Não há necessidade de pressionar a planta e assim que ajustá-la, molhe muito bem a
  4. Sementes: se você adquiriu as sementes da rosa do deserto, você deve plantá-las direto no substrato umedecido, molhar bem e depois, cobrir com um pouco mais de substrato e molhar mais uma vez com água. Mantenha o vaso com as sementes úmidos e deixem germinando no sol.
  5. Irrigação: as rosas do deserto necessitam de bastante água para o seu desenvolvimento, porém, assim como a maioria de outras espécies, o solo não deve ficar muito encharcado. Dito isso, escolha vasos que apresentam uma boa drenagem de água e regue a flor com moderação.
  6. Adubo: para as mudas da rosa do deserto se espalharem e crescerem bem fortes, opte por um bom fertilizante orgânico para florescer melhor, mas nunca coloque-os diretamente nas raízes, assim como quando a terra estiver seca. Dito isso, regue bem a planta antes de aplicar o fertilizante.
  7. Replantio: o replantio desta espécie deve ser feito a cada dois anos. Para isso, você deve deixar a base do caule um pouco mais para cima, deixando a parte superior das raízes aparentes. Assim, ela terá tudo o que precisa para recomeçar.
  8. Como podar: para efetuar as podas da flor do deserto você deve começar removendo as flores murchas e mais danificadas, ou seja, as mais feias. Use sempre luvas ao podar ou manusear a flor, pois a seiva é altamente tóxica.
  9. Floração: aos que pensam que a rosa do deserto só floresce na primavera, fiquem despreocupados. Ela também pode dar flor no verão ou outono. Ufa, né? Uma planta linda dessas florescendo nas três estações do ano é de alegrar qualquer um.